By Published On: 17/08/2021509 wordsViews: 47

Mário Ferreira, professor catedrático convidado e ex-diretor do Departamento de Engenharia de Materiais e Cerâmica (DEMaC) da Universidade de Aveiro (UA), foi distinguido com o prestigiado prémio Marcel Pourbaix no 21º Congresso Internacional de Corrosão em São Paulo, Brasil. Este prémio é concedido a cientistas pelas suas contribuições notáveis no campo da corrosão metálica. Foi, pela primeira vez, atribuíudo a um português.

Foto de Mário Ferreira, professor aposentado do DEMaC
Mário Ferreira recebeu o Prémio ex aequocom o também académico Tetsuo Shoji, da Tohoku University, Japão. “Considero este prémio muito importante, uma vez que foi atribuído por um organismo à escala mundial (com representação dos principais países de todos os continentes)”, comenta o cadémico da UA. “Além disso, comtempla não só os desenvolvimentos científicos relevantes, como a cooperação internacional entre países, que considero de importância crucial.

O International Corrosion Council (ICC) é membro da Organização Mundial de Corrosão, a quem as Nações Unidas (ONU) concederam o estatuto de ‘Non-Governmental Organization (NGO)'”. O ICC, organismo internacional de cúpula, é formado pelos representantes dos vários países do mundo interessados em divulgar os benefícios dos avanços científicos e tecnológicos para a ciência e engenharia da corrosão e para a sociedade em geral. Os custos da corrosão estão avaliados entre 3-4% do PNB de um país, afirma Mário Ferreira.

As distinções conferidas pelo ICC só ocorrem de três em très anos, no ano em que o seu Congresso Internacional tem lugar. O prémio Marcel Pourbaix tem sido normalmente atribuído a um único individuo, e, muito raramente, dois. Se não houver nenhum nomeado merecedor, o prémio nesse ano não é atribuído.

O Prémio Marcel Pourbaix foi criado em 1995. Marcel Pourbaix foi um eminente Professor de Corrosão na Universidade Livre de Bruxelas, que deu importantíssimos contributos, no século passado, para a corrosão e para a entreajuda entre povos.

O 21º Congresso Internacional de Corrosão (ICC) e o 8º Encontro Internacional de Corrosão (INTERCORR), organizados pelo Conselho Internacional de Corrosão (ICC), pela Associação Brasileira de Corrosão (Abraco) e pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S.A. (IPT), decorreram de 20 a 23 de julho de forma virtual.

Para além do Prémio Marcel Pourbaix, no Congresso Internacional de Corrosão, realizado, habitualmente, de três em três anos, são ainda atribuídos os prémios Edward Greco e Past Chairman.

Distinguidos com o Prémio Marcel Pourbaix:

  • 1995 (Bruxelas): Hans-Jurgen Engell, Alfred Rahmel e Marcel Pourbaix
  • 1996 (Melbourne): Rex Hussey
  • 1999 (Cape Town): Einar Mattsson
  • 2002 (Granada): Vladimir Cihal
  • 2005 (Beijing): Não atribuído.
  • 2008 (Las Vegas): Vladimir Kucera
  • 2011 (Perth): Venice Gouda e Roger Staehle
  • 2014 (Jeju): Hashimoto e Wood
  • 2017 (Praga): Christofer Leygraf
  • 2021 (São Paulo): Mario Ferreira e Tetsuo Shoji

continue reading

Related Posts